quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

O ano de 2016


Estamos em contagem decrescente para o novo ano e olho para trás e fico feliz do ano que tive… Tenho boas razões para olhar 2016 como o ano de mudança, de oportunidades, de aprendizagens e o valor de amizades… Nem sempre foi fácil, mas a vida também não o é e cabe a nós decidir e eu decido que foi um ano muito bom!

A parte mais importante foi quando me juntei e vi a casa pronta a habitar por dois novos inquilinos que decidiram (finalmente) juntar os trapos :)

A segunda mais importante foi ter conseguido tirar o curso e chegar ao fim… Ter estudado e dizer que valeu a pena entrar numa área totalmente diferente mas muito motivadora, à qual os meus dotes em design podem vir a ser bastante útil neste tipo de trabalho (vamos ver)!!

Consegui também adotar um cachorrinho, que apesar de não ver (ser cego desde que nasceu) tem sido uma verdadeira loucura, nem parece que não vê, as asneiras que faz e só quer brincar e conhece muito bem os cantos à casa. Resumidamente, veio dar alegria e dores de cabeça constantes…

No trabalho e no relacionamento com os colegas de trabalho teve e tem os seus altos e baixos (mais baixos do que altos), mas as coisas tem corrido dentro da normalidade. Fico feliz por ter trabalho e por continuar a ter, apesar de não ser o que gosto, sempre é melhor do que nada!!!

A família tem sempre os seus altos e baixos!!! Reconheço que alguns não vale a pena perder tempo e há outros que merecem todo o teu tempo… Há que saber distinguir e dar valor!!!

Resumidamente este foi o meu ano de 2016!!!!

Espero que em 2017 fique rica seja ainda feliz! Que aproveite ao máximo todos os momentos bons que 2017 tenha para me oferecer e que aprenda a não valorizar tanto quem não merece e deixar de perder tempo e saúde nessas pessoas!

O resto (de ser rica) que venha por acréscimo!! AHAHAHAHAH


Espero que entrem com o pé direito e desejo-vos o melhor ano de sempre!!!!


Temos mais 365 dias para ser felizes!!!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

#Espírito natalício procura-se!

Este ano o espírito natalício na minha opinião anda muito fraco... Pelo menos por estas bandas a coisa não anda muito famosa...

Começo pelo meu dia a dia de trabalho, este ano fez-se a árvore de natal a meio do mês e enfeites quase nem vê-los e digo-vos isto porque já lá passei outros natais e dava gosto entrar na empresa nesta altura do ano.

Segundo ponto: as pessoas do meu trabalho não há espírito natalício, só mau feitio, com ar de enjoadas e sempre a descascar no vizinho, nem nestas alturas existe tréguas...

Terceiro ponto: o facto de andar desde o início deste mês em volta de almoços de família, jantares de empresa, casamentos e stresses constantes com dinheiros, com família, com ciúmes fez-me esquecer o espírito natalício e não tenho decoração nenhuma de natal, nem vontade tenho e eu sou uma das pessoas que mais gosta desta época do ano, por isso é que nesta altura não devia de haver casamentos ou jantares, só estragam a época natalícia.

Quarto ponto: estou praticamente a um dia e meio da véspera de natal e espera-me uma maratona de compras de natal por fazer (tendo em conta a minha sugestão de troca de prendas que ninguém aceitou) tenho uma lista de mais de 10 presentes ainda por comprar. A única parte boa é que já sei o que vou dar a mais de metade de pessoas (os meus sobrinhos e maninhos) ficando apenas pendentes os meus pais e sogros.

Quinto ponto: para juntar a lista de falta de espírito natalício os meus meninos da catequese nem no último o dia resolvem portar-me bem e fazer as coisas direitas na missa...
Eu acho que começa a faltar espírito natalício nos mais novos! Eles só se preocupam com prendas, com férias e com o fazer mais do que fazem, isto é, não conseguimos incutir hábitos de solidariedade, de união, de saber até qual é a verdadeira razão do natal??

Claro que quando andamos mais desanimados (o que é o meu caso) a nossa paciência não é santa, mas sempre tento que eles vejam a importância  desta época e qual é a sua verdadeira essência...

Para além destes pontos todos a minha família e nova família não têm ajudado muito no espírito natalício, só olham para o seu umbigo e não conseguem ver para além disso! Nunca imaginei que não conseguisse ter o espírito natalício em alta, pelo contrário está cada vez mais a descarregar...

Por isso se não voltar cá com um sorriso nos lábios e a camisola vestida desejo-vos um feliz natal😃

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Novas oportunidades…


Desde que me mudei, e depois da minha bonequinha ter morrido, sempre tive a necessidade de ter um animal de estimação para cuidar. Aqui tinha o gato da minha sogra que é um amor, mas é fiel aos donos dele, a gata das minhas sobrinhas, que descobriu o caminho para a antiga casa dela (minha atual) e agora está sempre por cá, mas não é muito amante de festas e miminhos… Apesar de me sentir bem, faltava algo que fosse meu.
Esperei cerca de dois meses, para ver se a minha mãe arranjava-me um cachorro, como não conseguiu, este fim-de-semana meti mãos à obra e andava na net em busca de cachorros para adotar… Vi três que me interessaram, o primeiro já tinha sido dado, o segundo fiquei de passar lá ao final do dia, e o terceiro nem se deu ao trabalho de responder.
Aproveitei o domingo de tarde, para ir procurar um vestido para o casamento que é nada mais, nada menos do que em Dezembro, e tenho-vos a dizer que ainda não encontrei nada, mas continuando (fica para outro post)… Combinei com a senhora e ao vir das compras, passei em casa dela para ver o cachorro e parecia um urso de peluche, fiquei encantada e apenas perguntei o básico: se estava desparasitado, se era realmente um cão e se já comia! Quando as minhas questões foram esclarecidas, arranjaram-me uma caixinha e lá trouxe o bichinho.
Quando cheguei a casa, pousei-o no chão e ele pouco andava e eu ok é normal, mas o que achei estranho é que não conseguia abrir os olhos, e eu pensei ainda não os tinha aberto, ou apanhou alguma infeção, sei lá… Quando o mostrei há minha sogra, ela alertou-me para o facto de o cachorro ser cego e achar estranho que as cadelas tenham ido primeiro… Eu ok dei o benefício da dúvida, mas não me importei muito com o assunto.
Entretanto, no dia a seguir, comecei a pensar melhor no que a minha sogra tinha-me dito e estava danada com a “gaja” que me deu o cão, porque tinha sido enganada, ela podia ter sido sincera na altura e ter dito logo que o cão tinha algum problema. Tinha duas opções: ou devolvia o cão e dava uma descompostura à gaja, ou levava-o ao VET para ele confirmar as minhas suspeitas e depois dava uma descompostura à gaja! E lá fiz eu… No final do dia peguei no cão e levei-o ao veterinário, ele confirmou que o cão era cego desde nascença, por isso é que os olhos não abriram….
Fiquei com um nó no estômago, sabia que se devolve-se o cachorro, talvez o mais certo seria a gaja arruma-lo, ou abandona-lo… Então decidi ficar com ele, e digo-vos que foi a decisão mais sensata que tomei… O nome dele é Júnior, (a minha sogra trata-o por fofinho quando não se lembra do nome dele) e ele está a adaptar-se muito bem ao espaço, às pessoas… Já brinca e faz asneiras, come bem e começa a orientar-se muito bem, conhece-nos pelo cheiro e pela voz, tem sido muito obediente e brincalhão….
Tenho lido bastante informação sobre como tratar de um cão sem visão e tem sido uma grande experiência, uma grande motivação e com grande alegria de ter tomado uma decisão certa… Ele tem direito á vida como cada um de nós, e lá por estar limitado num determinado sentido, não quer dizer nada, orienta-se muito bem pelos restantes, tem sido uma grande aprendizagem…
Por isso, fica o conselho: se algum dia vos acontecer algo parecido não pensem duas vezes! Cuidem dele ou dela, eles também precisam de carinhos, de miminhos, de se sentirem amados e acreditem é bastante recompensador.


terça-feira, 8 de novembro de 2016

Em modo fotossíntese

Hoje disseram-me que andava murcha, cabisbaixa, e sem alegria...

Então para melhorar nada melhor do que fazer fotossíntese, apanhar sol, para ver se ganho uma cor mais rosada, e as peles estiquem para sorrir...
Claro que isto melhorava bem mais se não me chateassem a cabeça, se não ficassem com os louros do meu trabalho e sobretudo que não pensassem em tudo à última da hora com prazos super apertados com merdices para o natal... Podem crer que andava bem mais alegre.

Que frio!!

OK... Que temperatura é esta?! Eu sabia que o inverno estava para chegar mas podia vir mais calmamente. Num dia é verão, no outro já está um briole que nem é bom... Nem dá para fazer a transição...

Mas OK... Está no tempo dele!! A boa notícia podemos renovar a coleção de inverno (eu pelo menos preciso)

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Teoria ☑

Este fim de semana completei uma parte do que pretendo ser... A teoria está cá toda, agora falta a prática!!

Parece difícil (e vai ser) conciliar trabalho com estágio... Mas é a grande oportunidade que tenho para mudar e fazer realmente algo que gosto...

A primeira fase está completa agora vamos para a próxima fase... Estágio!!

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Ser importante para alguém...

Sabe sempre bem ser reconhecida, ainda prá mais se for pela nossa irmã mais nova... Parece que apesar de tudo até sou boa irmã, sei ser amiga, sei ser irmã quando tem que ser!! E este pequeno texto escrito por ela disse tudo...

Senti-me orgulhosa de saber que alguém me acha importante na sua vida...

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Inspira... Expira...

Este início de semana foi demasiado drástico para tudo ter acontecido num único dia...
A começar pela minha disposição matinal, depois o facto de toda a gente te chamar para fazer isto e aquilo, para ver o pc de não sei quem, o preço que não está correto, a entrada que já devia de ter sido dada, tudo isto de manhã e tendo em conta que tinha que terminar o estudo para uma campanha que precisa de ser feita até ao final do mês... Apesar de tudo consegui, ao início da tarde entreguei o estudo ao patrão para ver os preços e a meio da tarde aproveitei uma ocasião em que tinha que entregar ao boss um orçamento, perguntei se já tinha visto o estudo e a resposta foi: "ainda temos tempo"! Tendo em conta que hoje e amanhã não se encontra na empresa mas OK... temos tempo!!
Para terminar a segunda em beleza às 17:00 da tarde dizem-me que tenho 4 catálogos para atualizar mais uma remessa de campanhas para atualizar... Entrei em stress quando me dizem que têm que estar pronto as 9:00 da manhã do dia de hoje e ainda tenho que ajudar a dobrar envelopes, tenho que ir ao armazém levar envelopes e tenho que fazer o meu trabalho....O resultado fiquei a trabalhar até mais tarde e não fui a uma aula de curso que tinha sido marcada para ontem à noite... Quando saí de lá furiosa, a fúria converteu-se em choro compulsivo... Que só abrandou passado meia hora...
E eu pergunto, vale a pena?!

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

A coisa mais estúpida que já ouvi em dois dias seguidos...

Partiste o teu wiko.... Lol
Se calhar é um bocado óbvio devido ao facto de ter uma grande rachadela no ecrã de um canto até ao outro e não me valeu de nada ter película de vidro... partiram as duas e a queda até não foi nada de especial... Mas toda a gente que olha para o meu telemóvel diz-me o óbvio....

sábado, 15 de outubro de 2016

Caixa das vitaminas

Uma das actividades que já fizemos no curso e incentiva a fazer com as crianças é uma caixa de vitaminas mágicas, isto é, criar uma caixa com boas recordações de um sítio que nos faça feliz, de uma boa recordação, de um cheiro, de uma pessoa importante na nossa vida e um objeto. Eu escolhi:
- um sítio que me faça feliz - onde eu e o M. passeamos pela primeira vez de mota e fomos à água numa lagoa no meio da floresta;
- uma boa recordação - fez à pouco tempo um ano que o meu pai resolveu mudar de vida quando lhe foi diagnosticado um câncer na pele, felizmente benigno.
- um cheiro - adoro o cheiro de livros novos;
- uma pessoa importante - a minha mãe, ela é uma das minhas melhores amigas e sei que com ela posso contar sempre.
- um objeto - a máquina fotográfica, adoro captar bons momentos.

Esta é a minha caixinha mágica que partilhei no curso e resolvi também partilhar aqui... Às vezes faz jeito quando nos sentimos tristes e sem rumo olhar para a caixa é recuperar energias...

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Sorrisos e gargalhadas procuram-se!!!!

Resolvi escrever sobre o sorriso verdadeiro, as gargalhadas sinceras que saem de pessoas genuínas.

Vou falar de uma pessoa que se cruzou no meu caminho, nesta jornada da minha vida, quando resolvi inscrever-me no curso de auxiliar de educação infantil.

Olho para essa pessoa e tenho inveja (é uma inveja saudável) de não conseguir ser assim, ela é uma alegria de viver, está sempre na palhaçada, quando o trabalho lhe corre mal é quando ela tem mais vontade de sorrir e de ser alegre (o que é incrível)...

Não conheço muito da história dela, mas sei que ela tão novinha e já passou por uma depressão profunda e eu acho que desde que ela recuperou ficou mais feliz e não se deixa ir abaixo, apesar do trabalho de merda que tem, das circunstâncias da vida, ela sai sempre por cima.

Para mim ela é uma inspiração, quero ser como ela, quero recuperar a minha alegria, a minha vontade de viver, a minha ironia (que saudades tenho dela). 

Olho para trás nestes últimos dois anos e o que é que tenho:
- um trabalho que me pagam certinho, mas um ambiente de trabalho horrível, sem colegas, sem amigos com que possas contar a tua felicidade ou a tua tristeza. Não sei o que é melhor, eu antes via-me aflita para receber ao final do mês, mas sabia que tinha amigos, que tinha mais do que colegas de trabalho, sabia o que era a amizade, a alegria de levantar da cama e ir fazer algo que goste. 
Hoje não é assim, perdi a alegria do que fazia, sou um género de robô que faço o que me mandam, tento evitar conversas e atritos (apesar de ás vezes virem ter comigo), saio muda e entro calada, sem ter ninguém que me pergunte se está tudo bem (nem esse tipo de cortesia existe)...

Por isso resumindo, do que adianta ter um trabalho todo finório se no fim não tens nada mais a ganhar (sem ser o ordenado) e a perder então não tenho mesmo nada... Um dia quando resolver sair, vai ser a coisa mais fácil a fazer, não vou sentir saudades dos colegas, se sentir é só do ordenado e de algumas regalias que de vez em quando temos direito, mas isso também passa...

Fazer algo que gostamos é bem mais vantajoso, quando a isso juntamos a amizade, a alegria, a sinceridade e os sorrisos e gargalhadas, valem mais a pena!


quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Em modo...gozar as ultimas férias do ano...

Esta semana estou a gozar a última semana de férias e já deu para colocar muita coisa em dia.

Para começar bem, na segunda fui tomar café com uma amiga e colocar a conversa em dia.

Na terça estive em modo dona de casa, estive a arrumar umas coisas, fiz rissóis e marmelada (acho que até nao correu mal) e organizei a catequese para domingo.

Hoje levantei-me cedo para ir buscar um livro que tinha encomendado e fui tomar café com a mamy e leva-la ao trabalho... Com este tempinho de chuva fui buscar um cobertor ao armário e ja estou a ler o livro que fui buscar "Gosto de ti e então" de Rita Leston ao som de uma concertina que a minha sogra está a tocar no andar de baixo...

Ainda tenho mais dois dias para descansar a cabecinha e colocar tudo em ordem, porque férias depois só para o ano...

Vou aproveitar!!

Ha coisas que não vão mudar...

Há coisas que não vão mudar, por mais que tente, não consigo... Já tenho agenda para 2017 e ainda estamos em Outubro...

Já a vou esconder para não começar já a escrever o que planeei para o próximo ano (ainda falta) mas agenda já tenho...

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Tarefas domésticas...

Tenho tido problemas em controlar o meu mau feitio, pela simples razão de não ter tempo de lazer, de descanso, resumindo tempo de qualidade.

Sei que nao estava habituada a fazer todas as tarefas, e ter começado o curso não ajudou muito... Mas enfim, o curso está a terminar e acho que consegui arranjar uma maneira de ter tempo de qualidade.

Fazer as tarefas todos os dias, durante a semana, ao final do dia e no sábado e no domingo ficam para descansar, sair e claro ir ao curso ao sábado e dar catequese no domingo... mas ao menos a casa fica limpa durante a semana.

Resolvi começar hoje e mal cheguei a casa coloquei o jantar a fazer e fui limpar a casa de banho e tratar da roupa.

As terças vou limpar a sala e a despensa, na quarta limpo o quarto e na quinta limpo a cozinha, na sexta limpo o pó e o chão e no sábado ja posso descansar mais um bocadinho.

Ja coloquei esta rotina à experiência para ver se funciona...

Espero que sim!

domingo, 2 de outubro de 2016

Resumo do fim de semana

Este fim de semana foi dia de vindima cá em casa e como é costume junta-se a família toda e bota apanhar uvas...

Este ano, segundo quer percebe do assunto não será ano bom de vinho e isso notou-se pela quantidade de uvas que se apanhou... Houve sítios sem um único cacho de uvas, e muitas delas estavam secas, não dava para aproveitar nada... Deu para o convívio e para socializar bocadinho...

Quando terminamos, eu vim para casa, tomei um belo banho e ia estudar, porque terça tenho teste...

Acontece que prometi ao meu sobrinho mais novo deixa-lo jogar na Wii e ele arrastou com ele o resto dos sobrinhos...

Impus ordem desde início (parece que as tácticas do curso começam a surtir efeito) e lá os deixei jogar a vez (porque só tinha dois comandos) e eles meia volta lá tentavam fazer barulho mas eu não dava hipótese... Mas com eles lá em casa, não consegui estudar, porque ou interrompiam porque não sabiam como se jogava ou porque tinham fome ou porque queriam ir à casa de banho...

Não me importo que eles venham jogar, desde que os pais lhes dêem alguma educação e não me destruam a casa...

Mas resumindo, o sábado foi passado assim.. Hoje, domingo, saio de casa às 8:30 da manhã para ir à missa e dar catequese e só chego as 11:30... Ajudar a fazer o almoço, vir para casa tratar de algumas coisas e tive que dar um salto ao chinês para comprar uma caixinha para um trabalho do curso.

Almoçar quase as duas da tarde, ouvir bocas de ter esperado pelo marido e vir para casa apegar-me a estudar... a meio tive que fazer um soneca porque não aguentava e depois quando acordei lá voltei ao estudo. Quando terminei, fui ver um filme, jantar e cama... Cá estou eu, no quentinho a contar este fim-de-semana...

Resumindo não foi grande coisa e o próximo também não vai ser, porque tenho um aniversário no domingo e os aniversários é para a tarde toda...

Mas pronto, faz parte, ja fica o resumo da próxima semana e parece que este vai ser o mês de aniversários...

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Ser falsa...

Há coisas que não consigo fazer... Ser falsa, não dá, não faz o meu género, e não cai nada bem com o meu feitio.
Mas pelos vistos, há quem lida muito bem em ser falsa...
Conversas de amigas, mexericos, cusquices, cobiçam (mesmo que digam que é na brincadeira) os homens das colegas, das supostas vidas perfeitas delas, entre outras coisas.

Quando viram costas, aquilo é do piorio a falar mal, a criticar, às vezes nem tenho palavras para descrever...

Eu assisto diariamente a estas cenas e penso "como é que há pessoas que conseguem ser tão falsas"... Mas eu não estou a criticar apenas quem fala mal, porque a outra consegue ser bem mais falsa, ao fazer queixinhas ao marido...

E depois como se nada fosse, no outro dia roda o disco e toca o mesmo.

Quem está de fora (como é o meu caso) vê as duas versões e fica escandalizada, mas não faço nada, não tenho que me meter, são guerras delas E já me basta quando tenho que batalhar as minhas...

Por isso, que continuem que eu cá vou assistindo na primeira fila....

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Grande susto

Desde que mudei de carro tenho tido muito mais cuidado para não arranhar, nem estragar o bolinhas... Hoje, quando sai para ir almoçar, chego a casa estaciono à frente da garagem e só ouço algo como quem está a arranhar o carro num pequeno tanque!! Eu já assustada, marcha atrás e o mesmo barulho, meto a primeira e ouço o mesmo barulho. Desligo o carro e penso na merda que acabei de fazer... Para mim surpresa, o carro estava bem distanciado do tanque, o barulho era apenas do pneu a roçar numa pedra que não devia de estar ali...

Grande sorte. Pensei que tinha arranhado o carro todo!! Está como novo, menos o pneu, mas também é borracha, não há problema...

Estás um bocado mal

Há sempre alguém que te pergunta mesmo vendo o teu estado (doente), com cara de doente, com a pele branca de doente, com o nariz vermelho de doente, em volta de lenços de papel para limpares o nariz e diz: "estás doente?!"
O que é que apetece responder "não estou bem de saúde, só estou a ver como é que as pessoas se sentem neste estado!"

Mas o que eu respondo é "estou um bocadinho entupida" lol

Já ando sem respirar pelo nariz desde sábado e parece que ir trabalhar não ajuda muito, porque quer queira, quer não tenho que levar com o AC (ar condicionado) nas costas...

Isto só pode melhorar...

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Qual é a lógica...

Qual é a lógica de andar a mostrar as axilas umas às outras!?
Será que estão a ver quem tem mais pêlos!?!

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Educação

A educação é algo que se adquire desde pequeno e vai connosco para toda a vida... Pelo menos foi algo que os meus pais sempre me incutiram e é algo que eu pretendo passar aos meus filhos...

Mas a educação que venho falar aqui é aquela que devemos ter com os nossos colegas de trabalho, porque é algo bonito e para além de bonito a educação é respeito...

Por isso mesmo, quando estou completamente fodida não vou virar-me para o lado e dizer "vai-te foder" com todas as letras... e com a cara de parva... A minha educação diz-me que não devo descarregar em cima dos outros (por muito que apeteça)... Este triste episódio já me aconteceu duas vezes... A primeira, respirei bem fundo e apesar de fodida ignorei... Hoje estive a ponto de lhe dar resposta mas voltei a respirar bem fundo, bem mais fundo e ignorei, estava na hora de almoço e sai sem dizer uma única palavra.

Parece que a hora de almoço foi sagrada, alguma luz iluminou aquela cabeça que me pediu desculpa mal entrou no escritório...

Eu não sou nenhum saco de pancada, e não admito este tipo de coisas. Já muito me aguentei eu em não lhe dar a devida resposta... 

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Não percebo como há pessoas que têm tempo que sobra ao fim de semana... Eu não consigo ter... Até me juntar dívida as tarefas com a minha mãe e era sempre a correr... desde que me mudei, os meus fins de semana são sempre a correr, entre arrumar a casa, tratar da roupa, ir para o curso, fazer jantar, e arrumar a cozinha no fim, olho para o sábado e quase que já passou... O domingo resume-se entre ir à missa, caminhar ou dormir, fazer almoço ou almoçar em casa dos pais ou dos sogros, dar um passeio ou ficar em casa a fazer maratona de filmes e está terminado o domingo...

Todos os fins de semana são assim, sei que o curso ocupa bastante, uma hora de viagem e três de curso... Mas mesmo assim não entendo, ou melhor entendo perfeitamente como há pessoas que têm todo o tempo do mundo e têm porque tem uma empregada que vai lá um dia ou dois, limpa a casa e trata da roupa e serviço feito, mas quem é pobre e tem amor ao dinheiro que ganha, não anda a pagar para limpar a casa! Levanta-se cedo ao sábado e lá vai ela tratar de tudo... Posso não ter tempo, para sair mais vezes, para ir ao cabeleireiro semanalmente ou à manicura semanalmente mas ao menos a casa fica sempre como eu quero, com o meu trabalho e esforço consigo fazer tudo.

Bom dia!

Hoje é quarta feira, meio da semana e hoje está meio cinzento, pelo menos aqui para o norte.

Hoje estou como o tempo, meio cinzenta e não é só da camisola (que também é cinzenta) o meu espírito está cinzento, e sorrir só se forçar muito, porque se não a coisa não vai lá... Queria ser como uma colega do curso, a C. ela é uma alegria de viver, detesta o trabalho dela mas não deixa que isso a afete. Está sempre na palhaçada!! E eu tenho saudades de ser assim... Apesar de não gostar do trabalho ser mais alegre no dia a dia. Estar mais vezes na palhaçada como estava com a I. (bons tempos)...

Mas lá não é assim!... Nem para lá caminha...

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Saudade...

Ainda não terminou o ano, e este ano perdi duas gatinhas.. perdi as minhas meninas... Primeiro foi a pipoca em fevereiro, foi apanhada por cães quando foi dar a voltinha dela... Este fim-de-semana, sem nenhuma razão apareceu a bonequinha morta debaixo do carro do meu pai que estava estacionado em casa... quando soube da notícia nem queria acreditar que a minha bonequinha já não estava cá... Desde que mudei de casa, todos os dias perguntava pela minha gatinha, sempre que dava ia visita-la... A última vez que a via foi no domingo, quando os meus pais foram em passeio, eu fui lá deitar-lhes comida e estive lá um bocado com ela... Foi a última vez, perguntei toda a semana pela neca à minha mana, e no domingo à noite tive esta triste notícia...
Guardo-te no meu coração, com todo o amor que senti por este bichinho lindo...

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Em modo de desabafo #

Tenho tanta coisa para contar, mas não é nada de jeito... É em modo de desabafo e tenho bastante....
Se por um lado estou contente ter  trabalho, por ter recebido compensaçoes monetárias e achava eu que tinha algum mérito no meu trabalho e que as pessoas reconheciam isto... Por outro estou desiludida com as pessoas, com quem trabalho, fazem-me a vida num inferno, o meu trabalho não é reconhecido, para eles eu estou ali a tocar viola e ver a banda a passar, quando o que mais tenho feito é trabalhar... Mas quando chega ao ponto que nem o patrão vê isso e manda a boca que estás sem trabalho, eu penso: a sério o que é que estás aqui a fazer?!
Porquê que te levantas todos os dias da cama e vens trabalhar, quando não há o mínimo de reconhecimento por parte de ninguém...

Quando levas bocas constantemente por parte dos colegas por algo que tenhas feito sem intenção, e que simplesmente fizeste o teu trabalho, não ha razão nenhuma para andares dias a levar bocas foleiras de uma cabra, que pensa por estar já enraizada na empresa pode tudo e mais alguma coisa. E parece que pode...

Acho que ninguém aguenta trabalhar assim. Eu estava a ponderar ficar lá até eles mudarem de instalações, mas creio que isso não vai ser possível...

Com o curso a terminar no final do Outubro, e com as dificuldades que estou a ter, só vejo essa oportunidade de mudar de vez... De mudar de área, de finalmente vir a trabalhar por algo que realmente valha a pena...

Só espero que consiga mesmo mudar de área e sair daquele inferno antes que me salte a tampa...

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Setembro

Mês de recomeçar, de despedidas, de partidas, de mudança.

Este mês é chato porque é quando os emigrantes retomam ao seu país para trabalhar, porque aqui em Portugal não existe oportunidades, e voltamos à rotina, ao dia a dia... Também é um mês para recomeçar o ano letivo, uma experiência para muitos que vão entrar para a escola, mudar de escola ou como a minha mana que optou por cursos profissionais com equivalência ao 12 ano... Para ela uma grande mudança...

É também um mês de mudança em todos os sentidos. Eu por exemplo quero mudar, quero deixar de ser preguiçosa e fazer mais exercício, para o bem da minha saúde mental e física.
Quero também começar a fazer uma horta, e este é o mês ideal para começar.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Pelos vistos não sou a única...

Pelo que parece não sou a única com motivos para sair do trabalho, porque ando farta até às pontas dos meus cabelos...
Só nestes dois últimos meses já ouvi pessoas a ameaçarem abandonar o serviço porque estão fartos. A começar pela braço direito dos boss, que quer demonstrar serviço e fazer tudo o que lhe agradar e o que não agrada passa o serviço para mim. Depois já ouvi um motorista a dizer que qualquer dia vai de férias definitivas. Ontem foi também um colega do armazém a dizer que tem propostas de trabalho e que já faltou mais para abandonar o barco.

Para finalizar ando eu a pensar nisso desde o dia em que aceitei trabalhar lá, em que aceitei o estágio emprego, e depois deixei-me lá ficar porque a colega estava grávida, porque também estava lá a colega espanhola que entretanto já abalou de lá, porque não gostava do trabalho, da forma como aquilo era organizado, pela forma mesquinha das pessoas, entre uma data de razões.

Eu tenho várias razões para querer abandonar o barco... A principal é que não consigo trabalhar sob pressão, não consigo fazer mil e uma coisas ao mesmo tempo e ainda ter que fazer o serviço das colegas, não consigo dizer que não quando há trabalho atrasado e no fim quando eu preciso fodo-me.... é mesmo assim! Não há ninguém que me ajude, mesmo que estejam lá sem fazer nada.

Outra coisa que me incomoda e bastante é o facto de haver regras e nem toda a gente as cumprir. Não puder usar calças rasgadas, não puder usar sapatilhas nem t-shirts que sejam desportivas, não puder usar o telemóvel no local de trabalho e fazer e receber chamadas como se tivesse numa tasca. Tudo isto é feito diariamente, e se caso eu me lembre de quebrar alguma regra estou a levar nas orelhas, mas quando são as colegas de casa já não há esse tipo de problemas... Nem usar mini saia e vestidos micro...

Como já referi lá existem grupos, e aqueles grupos protegem-se uns aos outros (quando calha) e os restantes tem que cumprir...

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Quarta-feira molhada! Quarta feira abençoada!?

Espero bem que sim... Não aguento mais dias como o de ontem e segunda. Foram dias para esquecer...

Que sejas abençoada quarta-feira! (Ja que está a chover)

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

As aventuras do Garfield

Este Garfield que falo, é a nova aquisição que fizemos, depois da pipoca ter desaparecido e nunca mais ter voltado...
Este pequeno gato, já viveu uma grande aventura este fim de semana.

Na sexta, cheguei a casa dos meus pais para almoçar e como é habitual pergunto pelo gato e pela neca...

Vejo a minha mana com os olhos inchados a dizer que o gato tinha desaparecido. Procurou-o pela rua, perguntou aos vizinhos e nada de gato.

No domingo fui almoçar a casa dos meus cunhados e por coincidência estava a falar de gatos, e eles disseram que andava por lá um gato com coleira, e meio alaranjado. Eles foram ao terreno da frente e chamaram, eu fui atrás deles é por instinto chamei "Garfield", ele miou, apareceu do meio das plantações de milho e era mesmo o Garfield. Peguei nele e a alegria dele ter visto alguém familiar.

Liguei de imediato à minha mana e ela veio a correr com o meu pai buscar o gato...

Para este pequeno gato de 5meses foi uma aventura...

Não sabemos como desapareceu e como andava bastante metros longe de casa, mas teve sorte de ter ficado perto da casa dos meus cunhados, porque foi comendo e os meus cunhados simpatizaram com o gato por ele ser meigo.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Divergências

Nao há nada melhor na vida de um casal do que começar a conhecer melhor os defeitos que cada um tem...

Ora vamos falar de louça... Eu não gosto de lavar louça, faço tudo das tarefas domésticas mas está eu não gosto, mas faço... (alguém tem que lavar a loiça)

Desde que estou no curso, alguns horários foram mudados para durante a semana, depois do trabalho... Para mim é sempre uma correria. Saio do trabalho, chego a casa, como alguma coisa, deixo uma pizza a descongelar para o M. e pego na capa e vamos lá que já se faz tarde.

Quando chego a casa, lá para as 11h, quando não é mais tarde tenho sempre uma "prenda" do M. a louça para lavar.

A primeira vez ele tinha chegado tarde, e eu compreendi. A segunda resmunguei e a terceira (que foi ontem) passei-me da cabeça... Acho que não custa nada lavar o que sujou...

Tendo em conta que chegou a casa cedo, o único trabalho foi colocar a pizza no microondas e ja está... Pronto a comer...

Mas decidiu deixar essa prenda para mim, porque segundo ele também não gosta de lavar a louça... Acho que, quando ambos não gostam de uma coisa há que fazer um esforço de vez em quando.

Voltei no dia a seguir a lavar a louça juntamente com a do pequeno almoço... mas foi a última vez... A próxima vez, ela vai ficar na banca até alguém se encher de vê-la lá.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Let's go! One more day

A boa disposição ainda continua cá, mas está escondida com o excesso sono que tenho e com a falta de sono que tive de noite (estamos a voltar ao normal)...

Vamos lá, é mais um dia de trabalho, de excesso de trabalho, mas é mesmo assim! Nem toda a gente pode ser bonito e chegar lá e ter o trabalho todo feito (ou em dia pelo menos)...

Let's go!!

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Parece que levei uma coça...

Não sinto nada... Ou melhor sinto, os meus tendões presos, já acumulados de stress e hoje ainda só foi o primeiro dia (a semana promete)... Entre o trabalho que estava acumulado para eu fazer, coisas para serem feitas na hora e ter que ajudar as colegas que também elas não estavam a tomar conta do recado, saio do trabalho meia hora depois da hora que devia ter saído, com tarefas domésticas para fazer (ir às compras), cheguei a casa um farrapo, a primeira coisa que fiz foi tomar um duche de água quente para tentar desprender estes tendões (ainda foi só o primeiro dia, bolas) e fui fazer o jantarico... E isto tudo porquê?!
Porque hoje de tarde, as 17:35 vi mulheres a sair do seu trabalho (era uma confecção) e pensei "elas têm vida depois do trabalho". Tudo bem que tem que apegar cedo ao trabalho, mas depois ao fim do trabalho podem fazer o que quiserem... Eu cada vez mais concordo com a minha teoria, que não há nada melhor do que trabalhar numa empresa em que quando a hora chega, acabou, é hora de ir embora, amanhã também é dia! Não trazem o trabalho para casa, nem na cabeça, que muitas vezes é o que acontece, pensar no que temos para fazer ou como hoje, ficar ansiosa com o que estava à minha espera...

Posso estar a ser injusta, mas tenho algumas provas que isto que estou a dizer é bem real... Tenho uma colega de curso que ela prefere trabalhar numa fábrica do que trabalhar num escritório... Porque já trabalhou em ambos e sabe do que estou a falar...

Temos que ser justos e ver as coisas como elas são... pode haver empresas em que chegas à hora e sais, eu nesse sentido sempre fui calejada, porque nunca soube o que é sair do trabalho a horas e aproveitar o restante dia sem me preocupar com o dia de amanhã...

Recordar é viver, certo?!

Ainda em modo zen (mas não será por muito tempo, graças à quantidade de trabalho que tenho para fazer) vou recordar as minhas férias, porque só recordando é que me sinto feliz.

Estes 15 dias foram passados no cinema, ao ar livre, a descansar, a passear, ir às compras, conhecer novas cidades, festas de aniversário, comemoração de ter-me juntado (sim, os meus cunhados venceram e fiz a festa)... entre o curso e descansar, estas férias souberam muito bem...

Mas já terminaram, e estou de volta à rotina... Mas com um objetivo em mente e já ando a trabalhar nele, para conseguir concretizar... Mudar de área, com o curso a terminar no final do mês de Outubro, quero mesmo conseguir uma oportunidade para trabalhar com crianças... E vou conseguir! Pode demorar, posso ter que correr alguns riscos mas vou conseguir.

Estou oficialmente de volta ao trabalho

E devia de ser algo que me alegrasse, mas não é. Hoje de madrugada só de pensar que ia voltar ao (inferno) que é o meu trabalho, já nem dormi... Acordei as três da manhã e não voltei a pregar olho...    já ontem tinha falado com o M. a dizer que estava com um mau pressentimento neste regresso ao trabalho... E se há coisa que até nao me engano, é nos pressentimentos que tenho.... se os tenho por alguma razão há-de ser...
Mas também de uma coisa eu já aprendi, não me vou chatear com nada. Faço o meu trabalho e acabou... Estas férias fizeram reflectir quem realmente vale a pena uma pessoa ter em consideração e pela qual não vale mesmo chatear.

Bora lá trabalhar, que o meu tempo de descanso já passou...

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Estou oficialmente de férias...

É oficial... estou de férias. Santas e merecidas férias... Estava a ver que nunca mais chegavam mas chegaram e hoje primeiro dia já tratei de assuntos chatos para ficar arrumadinho...

Vão ser férias para descansar o ananás (a cabeça) que anda bastante cansada, também vai servir para comemorar a festa de me ter juntado (os meus cunhados ganharam e lá tive que organizar a festa). Vou fazer 27 aninhos e vou também divertir-me, apanhar sol. Tudo aquilo que tenho direito, porque depois já não há nada para ninguém...

Se não tiverem notícias minhas não se preocupem, eu preciso de me desligar e voltar com as energias renovadas.

Boas férias!!

terça-feira, 26 de julho de 2016

O que ando a ler...

Acho que apeguei à minha mana a febre da literatura... conseguiu em três noites terminar um livro que eu lhe ofereci nos anos...
Mas não vamos divagar! Eu também comprei um livro e demorei bem mais a lê-lo... Não porque tinha muitas páginas ou era desinteressante, mas pela falta de tempo que tenho tido... mas continuando, eu apaixonada por romances resolvi comprar "uma escolha por amor" de Nicolas Sparks...

Posso-vos dizer que adorei o livro, chorei baba e ranho quase a chegar ao fim. Emocionei-me mesmo... Já li alguns livros e posso dizer que fiquei rendida mas ao ponto de chorar porque pensava que o fim iria ser outro (mais tragico) e no fim existe um milagre... Porque houve sempre alguém que acreditou no amor...
Adorei... que mais posso eu dizer!? Acho que tenho que ver os próximos livros que vou comprar!! Fiquei sem stock para as grandiosas férias que se avizinham...

terça-feira, 5 de julho de 2016

Um bocadinho irritada....

Hoje o dia promete... Ainda só passou a manhã e já tenho vontade de matar alguém... Para ser mais concreta, alguém com quem tenho que partilhar o espaço de trabalho...
Isto porque a miss perfeição, a rainha da razão, a sabe tudo, e só ela é que sabe, hoje tirou bilhete para me foder o juízo...

Depois de um erro eu aprendo e tento não cometer a falha novamente e como hoje ninguem se lembrou de avisar que a entrada do material ja tinha vindo e só perto da hora de almoço a miss perfeição começa a resmungar dos preços, e eu sem ter a quem recorrer começo a fazer o estudo mas a esperar que a minha colega esteja disponível para falar com ela.

Enquanto isso continua a aturar a miss perfeição, até que me passei e respondi-lhe a letra a dizer que estava a espera que a colega estivesse disponível e como qualquer pessoa depois de falar com a colega e ela questionar o trabalho que me ajudou a fazer lá viu os preços e mandou-me alterar. Na hora de almoço, toda a gente a sair e eu lá feita palerma a alterar os precos para a miss ficar satisfeita.

No fim o que mais me irritou foi o facto de estar a falar para a parede... porque falava com ela e nada... Fiquei fodida pelo facto de ter ficado na hora de almoço para alterar preços e no fim nada... Vejo uma cara de pau, com trombas de elefante a fazer de conta que eu sou um mosquito (estava ali a zumbir) e a incomodar. E tenho quase a certeza absoluta que mal virei costas começaram a roer-me a casaca... Normal, ja é costume, não sou a primeira nem serei a última a quem elas roem a casaca.

Mas tenho uma boa notícia para lhes dar... E vai ser em primeira mão depois de falar com o boss... A decisão está tomada!!

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Haja paciência para a choradeira

Peço desculpa desde já pela frontalidade e pela minha falta de sensibilidade em certos assuntos mas há limites... (acho eu)

Isto já aconteceu há algumas semanas, o pai de uma colega de trabalho foi para o hospital porque sentiu-se mal e ficou lá internado. No dia em que essa colega soube foi uma choradeira compreensiva. Ela não sabia o que o pai tinha e claro estava muito preocupada, o que é compreensivo. Faltou o resto da semana toda (se fosse outra pessoa não teria essas mordomias) mas ok compreensivo e claro quem tem poder há que usar e abusar... No final da semana a colega aparece no trabalho para fazer horas para ir ao hospital... (aqui nem sei que diga)...
Tive uma semana de férias e na última semana regressei ao trabalho e como a boa educação manda falei com a colega e perguntei pelo pai dela, porque realmente estava preocupada e fiquei feliz de ouvir que estava a melhorar.
Mas a semana foi marcada por choradeira atrás de choradeira, na minha opinião sem motivo, porque se o pai estava a melhorar e segundo ela sempre que falava com familiares ao telefone estava a confirmar que o pai dela estava bem...

Outra coisa que também não me encaixa é o facto de estar a trabalhar num callcenter e estar constantemente ao telemóvel com familiares, com a ama do filho, com o filho... Aqui já é algo que me incomoda bastante, primeiro pelo facto de ter que ouvir as conversas privadas porque estamos a trabalhar e incomoda, segundo porque quando fui para lá trabalhar só podíamos utilizar o telemóvel em situações de emergência, para isso iamos ao bar fazer a chamada para não incomodar os colegas... como já disse ha uns que usam e abusam do poder que lhe dão.

Mas para não me estar a afastar do que vim aqui falar, foi que este início de semana a choradeira contínua, porque o pai foi fazer exames e estava tudo bem...

Eu juro eu tento, tento mas não percebo... Aqui nota-se claramente os patamares que existem no local de trabalho...

E isto revolta-me.... Só pelo facto de alguns poderem fazer o que querem, e outros mal pisam a corda estão fodidos...

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Regresso à rotina

É sempre uma chatice mas tem que ser! Terminou a semana de férias e hoje regresso a uma semana de trabalho intensa, já estou a imaginar a minha secretária cheia para tirar pendentes e arquivar... sem esquecer que tenho duas campanhas para atualizar hoje e se calhar uma nova campanha para terminar... tudo hoje, sem esquecer as vezes que me vão chamar para chatear porque não fiz isto ou aquilo ou tenho que fazer isto e aquilo e ainda tenho que ajudar se me pedirem (porque pela perspectiva de alguns eu não faço nada, mas o trabalho aparece feito) e ainda uma nova campanha para fazer... vai ser bonito...
Uma boa semana (porque a minha vai ser tudo menos boa)

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Será normal?!

Esta semana como já referi estive de férias e estou a queimar os últimos cartuchos do que me falta desta semana, mas não é disso que vim falar...
É normal ligarem do vosso local de trabalho duas vezes esta semana e só hoje atendi o telefone não sei quantas vezes com perguntas de m#rda e a colocarem-me sob stress, a pensar o que me vai acontecer na segunda-feira... Só de pensar nisso, já sinto o coração aos pulos e cheia de mau pressentimentos. Acham normal!? Ligarem a perguntar isto e aquilo... Eu não acho... já trabalhei num jornal e férias eram férias, conseguia abstrair-te do trabalho e voltares renovada... Não considero férias a partir do momento em que passam a vida a ligar.

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Motivação

A motivação é algo pela qual vale a pena levantar da cama e ir à luta diariamente. É algo que vale a pena lutar, seguir em frente e dizer vale a pena!

Já fui uma pessoa bem mais motivada do que sou atualmente, acreditava que com força de vontade tudo ia valer a pena, todos os esforços iriam ter um significado, iriam ter uma razão de viver. Acontece que, quando tentam tirar-nos o tapete diariamente debaixo dos pés, começas a perder o equilíbrio, a força e a motivação começa a cair… Foi o que aconteceu comigo, a minha motivação desvaneceu-se de tantas e tantas vezes tirarem-me o tapete debaixo dos pés.
Atualmente caraterizo-me como uma pessoa sem motivação e sem rumo, sem esperança e sem vontade… Parece que perdi o meu mapa, e não sei que caminho seguir, não sei se estou a acelerar muito as coisas, ou pelo contrário, estou a abrandar o que devia andar pelo caminho certo…

Sinto-me perdida e sozinha, ninguém compreende o que estou a sentir, ninguém quer dar a mão à palmatoria e ajudar-me a sair do buraco que criei e me deixei ficar…
Nestes últimos meses, tudo o que parecia um sonho prestes a concretizar-se, está a tornar-se no meu pesadelo, na minha maior desilusão, em relação a tudo, às pessoas, às coisas, ao próprio ambiente que me rodeia.
Não sei se o problema é meu, que sou impulsiva, se o problema é do outro lado que está sempre tudo bem, que tudo tem tempo, não há pressa!!
Desta batalha já levantei o lenço branco e desisti de tentar, de persuadir, de fazer ver o que para mim é importante. Vou ficar na bancada a assistir o que vai acontecer.

Por muito que me questione não encontro respostas, não encontro a motivação que preciso, não encontro sequer a minha paciência em relação a tudo (esta perdeu-se completamente).

Tenho que encontrar a minha motivação dê por onde der, porque sem ela não tenho nada que me agarre para voltar à carga, com um sorriso nos lábios e voltar a ser feliz…

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Resumo da semana

Quarta-feira, meio da semana e eu estou de férias. Santas e merecidas férias... estava mesmo a precisar de repor energias e descansar...
Desde que estou de férias já tratei de uns assuntos pendentes, e já terminei finalmente das tralhas para a casa. Hoje não acordei muito bem disposta, a pensar numa conversa que tive ontem com o meu namorado relativamente às mudanças, mas meditei um bocadinho e graças a uma conversa com os meus pais acho que vou conseguir resolver essa questão.
Agora estou com a minha mana no cinema para ver "Alice do outro lado do espelho"' (isto enquanto estou à espera que a sessão comece)

Faltam apenas dois dias para que comece novamente a minha rotina e contínuo desanimada com a maior parte das coisas.

Será que há cura para o desânimo?! É que começo a ficar sem ideias para resolver este meu problema...
Para além de ser teimosa sou impulsiva e sem paciência (algo que já perdi há muito tempo), mas acho que há coisas que têm os seus limites e eu estou no meu limite em muita coisa...

terça-feira, 7 de junho de 2016

Lá estás tu armada em boa pessoa

A mania de querer ser boa pessoa, só me traz problemas, mas nos campos todos.

Primeiro foi no trabalho, a boa samaritana (que sou eu) em vez de ir de férias fica a trabalhar em prol do serviço e leva nas orelhas à força toda, tentas ajudar toda a gente e no fim lixaste, porque fazes o trabalho sozinha e se fazes merda a culpa é tua... Se não ajudas levas com a boca que não fazes nada...

Em termos pessoais és demasiado boa pessoa e por isso vamos meter-te bichinhos na cabeça, porque o que interessa é festa... o resto que se Lixe que não é connosco. Falas em mudar a tua vida a nível profissional que está muito aquém das expectativas e levas com o sermão da crise, que não há trabalho, que não deves investir no teu futuro, porque está tudo muito mau.

Levas com uma cambada de putos mal educados, que não tem respeito nenhum pelas pessoas mais velhas e escusado será dizer que aquilo que lhes tentamos incutir é em vão...

No fim, armaste outra vez em salvadora da pátria e dos oprimidos e lá te ofereces para que uma colega tire folga na próxima sexta, semana essa em que vais estar de férias... mas felizmente tenho boas colegas (quando querem) que me chamaram à razão e para deixar de ser burra... Finamente tenho direito a férias e não as vou gozar porquê se tanto preciso delas para colocar a cabeça em ordem e descansar.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Falar ou nao falar - eis a questão

Adoro aquela parte do dia em que ouves alguém dizer "ui sara estas a falar" quando estás a atender o telefone...
Só esta semana já foram duas vezes esta brincadeira.

E quando digo que adoro, estou a ser irónica, claro! Porque quando recebo este tipo de bocas foleiras, é porque queriam saber mais da minha vida e eu não relevo nada.

Exatamente por causa disso, porque se falas és uma faladora, língua de trapos e não tas a fazer o teu trabalho.

Se estas calada, respondes ao que te perguntam e de vez em quando fazes conversa, mas nada de especial levas com este tipo de bocas.

Sabe sempre bem!! Ficas sem saber se podes ou não falar mas tá tudo!!

O que importa é que hoje é quinta-feira! 😃

sábado, 28 de maio de 2016

Quem perde uns óculos em andamento?

Há pois é. Nem eu pensei que conseguia tal feito, mas a verdade é que consegui.

Ontem ao final do dia, quando saía do trabalho, estava a chover como um verdadeiro dia de inverno, e eu sem guarda chuva e sem casaco, esperei um pouco para ver se abrandava, como não abrandava meti os óculos na mala e corri até ao carro.
Quando cheguei ao carro, vasculhei a mala e nada, voltei a vasculhar e nada. Pensei que os tinha perdido ao correr para o carro. Fiz o percurso atrás e lá estavam eles, no chão... Olha a minha sorte, não ter passado ninguém, senão eram uma vez um óculos.

Só comigo!!

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Cansada mas feliz :)

Foi assim que terminei o meu dia ontem, no feriado.
Comecei a manhã numa caminhada solidária para ajudar uma menina internada no IPO do porto.
Foi uma hora e meia de alguns km, de subidas e descidas, mas valeu a pena no fim, ter ajudado esta menina. Tenho familiares que estão a passar pelo mesmo e graças a deus está a correr tudo bem. E desejo que tudo corra bem a esta menina.

De tarde, bota carga, lá fui eu colocar a tralha no sítio, eram caixas e caixas de tralha só para a cozinha. Terminei ao final da tarde, e depois fui estrear o sofá novo enquanto fazia uma lista do que faltava comprar... (e ainda é muita coisa). Uau não tinha ideia de uma casa dar tanto que fazer...

Bom, no final do dia fui jantar com o meu namorado, e disse que estava cansada mas feliz, porque senti que fiz algo bom por aquela menina... fiz uma boa ação e acreditem que muita gente foi à caminhada, porque também existem boas pessoas e com um coração enorme.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Outra vez arroz?!...

Acho que andei para trás no tempo e não me dei conta. Porquê? Perguntam vocês! Porque é descabido pensar que dá para andar para trás no tempo. A verdade é que não dá, mas em mentalidades, podem crer que há mentalidades do século XIX ou menos até.

Ja tinha comentado a pressão que me andavam a fazer para casar... Confesso que estive quase a deixar-me ir, mas depois desci à terra e voltei às minhas ideias iniciais. Juntar-me e depois ve-se.

Acontece que, mais uma vez voltam a colocar pressão e obrigar-nos quase a casar. Isto porque a casa está praticamente pronta e já estamos a pensar no próximo mês habitar a casa.

Mas começo a achar que vou ter muitos problemas com a família dele porque não nos queremos casar e eles não respeitam isso.

Porque para eles o que importa é festa, não é o casamento em si, porque muito pouco deles são católicos nao praticantes.

Podem não acreditar mas eu andei uns dias que não dormia a pensar neste assunto até ter decidido que era assim que queria fazer.

Eu e o meu namorado é que sabemos é a escolha é mútua... tem que respeitar isso.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Ui ui ui

Tudo bem é segunda-feira, início de semana, início de uma semana de trabalho (com feriado) mas hoje acordei com uma sensação esquisita.
Digamos que é um pressentimento, chamando assim.
Tenho dores de barriga e não são as dores de barriga normal (e não é fome)... é uma sensação esquisita... não sei explicar... Tenho a sensação que vai acontecer alguma coisa, acho que o meu sexto sentido está alerta.

Bom, Espero que passe que nada aconteça...

Boa segunda feira!

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Idade!

Chegamos a uma certa idade e já não dá muita vontade de dizer: vou fazer 27 anos! Oh meu deus, estou a chegar à casa dos 30... Estou a ficar velha, vou ficar com rugas, e quando vier os filhos os cabelos brancos vão despontar pelos cabelos pretos, entre uma data de alucinações que me veio à memória...

Mas quando estás à conversa com alguém e o tema da idade é abordado e ficas com um ego enorme (gigante) para ser mais concreta quando ouves: "o quê? A menina já vai fazer 27anos? Não parece nada, deus me livre, eu dava-lhe 25 anos e no máximo menina... Porque pela carinha que tem parece da idade do seu irmão (o meu mano vai fazer 22).

É ou não é um elogio daqueles que me faz subir o ego, a auto estima, sei lá, sobe tudo!!

Finalmente sexta!?

Há semanas complicadas e esta foi uma dessas. Como já tinha referido aqui, o começo de semana não foi muito bom, mas felizmente algumas coisas boas aconteceram. A minha gata regressou a casa, aleijada mas veio. Levei-a ao VET porque aquilo não tinha bom aspecto, eram mordidas de outros gatos e estava a infeccionar. Agora está a descansar porque mal consegue andar.

O que importa é que está bem.

Outra coisa boa que aconteceu foi uma colega que já não falávamos a algum tempo enviou-me uma mensagem para combinar um café e colocar a conversa em dia e temos muito que colocar.

Estas pequenas coisas fizeram a minha semana ser melhor...

Se temos que nos focar nas coisas boas da vida, eu foco estas duas.

Boa sexta:)

terça-feira, 17 de maio de 2016

Que começo de semana

Como já tinha comentado este início de semana não tem sido nada fácil no que toca a trabalho, mas a nível pessoal também não anda melhor...
É tão fácil amar e cuidar de um ser tão pequenino, de nos afeiçoar a um bichinho, de partilhar com ele alegrias e tristezas e ele nunca sair do nosso lado, até que de um dia para o outro desaparece... Fico sem saber onde está, procuro e não encontro, pergunto por ele e ninguém o viu...
De um dia para o outro deixa-me com o coração nas mãos porque não sei o que fazer para te encontrar.

Desde domingo de manhã que não sei nada sobre a minha gata, o meu "chouricinho" que é assim que a trato... E é tão difícil não saber de quem a gente gosta tanto.

Só espero que ela esteja bem e que regresse a casa.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Só para desabafar - parte II

É como digo, querem elouquecer-nos ou melhor elouquecer-me...
Já não bastava a manhã, a tarde também estava reservada para chatear-me. Quando o meu digníssimo boss resolve aparecer depois do almoço, vem direito a mim e pergunta-me por uma fatura que tinha uma anotação e pela qual eu arquivei. Para que conste, o meu serviço nesta categoria de faturas é só arquivar, não trato de anotações. Quando vem para a minha secretária, é para arquivar....
Começou a resmungar, e eu ouvi e calei...
Passado um bom bocado, dá uma ordem ao seu braço direito para que amanhã vá servir de polícia sinaleiro para estacionar os carros, porque segundo ele, não sabemos estacionar... Tudo porque uma colega resolveu estacionar no lugar do patrão que estava de vago....

Haja paciência!!

Só para desabafar...

Isto deve ser paranóia minha, ou se calhar estou mesmo a  ficar maluca e preciso de ser internada ou de meter baixa...
Depois de uma semana (quase) sem preocupações, vem um início de semana turbulento para os meus lados. É que nem parece que esteve de férias.

Chego lá e levo logo com uma chuva de meteoritos do site não ter campanhas ativas. (Só para que conste eu não tenho autonomia para decidir nada) por isso como os prazos acabaram eu falei com a colega que tem mais poder lá dentro e ela ficou de comunicar com ele.
Fartei-me de chatear a colega com esse assunto e ela disse que ele não se decidia... E assim ficou uma semana o site sem campanhas.

Hoje levo na cabeça a chuva de meteoritos sem dó nem piedade, tentei explicar mas de nada valeu... Ele ficou com a razão e eu com a culpa.

Eu não acho normal e isto dá cabo do meu sistema nervoso... Depois disso a boa disposição foi-se (morreu) e já só tinha vontade de chorar e abandonar o barco...

Isto só pode ser para eu ficar maluquinha!!

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Quem tem uma colega como a minha!!

Tenho uma colega de trabalho que nunca dá fé quando cai a chamada e continua a conversar pelo telefone até que percebe que está a falar sozinha!!
Depois resmunga sozinha e lá volta a fazer a chamada!!

É sempre hilariante :)

segunda-feira, 9 de maio de 2016

A precisar de carregar baterias?

Acho que entrei em modo de piloto automático...
Vou trabalhar só porque sim, porque tem que ser, porque tenho que ganhar dinheiro... A vontade, a energia de fazer o que gosto não existe... Acho que me deixei andar, fui fazendo, vou fazendo e assim passam os dias, as semanas, os meses...

Nota-se que estou ali porque tenho que estar e não porque goste, porque a cada dia que passa eu não encontro motivação. Podem achar o que quiserem mas eu sempre fui de fazer aquilo que gosto e que acredito... Que trabalhe para melhorar...

Isso não me acontece... Vou fazendo o meu trabalho, que já foi acumulado com coisas que não eram da minha competência mas que OK eu aceitei (sem ninguém me perguntar) e ainda hoje continuo com esse trabalho... Acontece que eu já estou a imaginar a semana que me vai calhar, ter que ajudar os outros, quando eu precisei de ajuda e ninguém me ajudou... Ter que acrescentar mais tarefas que não acho que são da minha competência para dar espaço às outras colegas para não terem muito que fazer.

É só um pressentimento ou sexto sentido, mas acho que vai ser isso que vai acontecer!!

sábado, 7 de maio de 2016

Quando fechas a torneira S. Pedro!?

Hoje está um dia de inverno, não para de chover, vento forte, frio, só falta nevar...

Estamos em maio, as águas mil já passaram, está na altura do sol, do calor, do bom tempo para acordar bem disposta e fazer caminhadas ao final do dia.

Nunca vi um inverno tão demorado, tão chuvoso...

S. Pedro fecha a torneira!!

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Bom dia e finalmente sexta-feira!!

É geral... Quem não gosta da sexta-feira!? Eu gosto, significa o último dia de trabalho da semana, uma pausa para descansar, mais tempo para dormir sem ter o despertador, mais energia para fazer as tarefas domésticas (que até gosto bem) de colocar as séries em dia, de descansar a cabeça (que já não vai para nova).

Mas este fim-de-semana não vai ser assim, tenho a manhã livre de sábado para descansar, tenho curso à tarde e à noite estou em pulgas para ver como ficou a mobília na casa... O domingo de manhã está ocupado entre ir à missa e dar catequese. A tarde vai servir para descansar e carregar as baterias para uma longa semana (às vezes parece mesmo longa....)

Mas bora lá animar que hoje é sexta...

:)

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Porque te amas!?

"Porque te amas?" foi a pergunta que veio à cabeça e que se calhar nunca mencionei a importância de gostarmos de nós próprios.

Quando era mais nova, achava-me um patinho feio, não gostava da minha aparência, achava que toda a gente era mais gira do que eu... Mas com o tempo e com algumas mudanças, comecei a gostar de mim pelo que era... E isso deu-me confiança, coisa que não tinha.

Em termos de beleza, acho que não sou nenhum patinho feio, sou normal... :)

Aprendi que temos que gostar de nós para que as outras pessoas gostem... Se não nos amamos, como é que alguém nos vai amar!?

É verdade... Devemos gostar de nós, devemos mimar-nos, olharmos o espelho e dizermos que somos lindas e como estamos maravilhosas naquele vestido(ou noutra peça de roupa qualquer).

Aproveitar todos os bons momentos e amarmos a vida, assim também nos amamos... Porque no fim de contas o que levamos desta vida são as histórias, são os momentos partilhados, são os sorrisos, as gargalhadas, as dores de barriga de tanto rir, a felicidade que transmitimos a quem nos quer bem...

:) be happy

quarta-feira, 4 de maio de 2016

O cúmulo da distração...

Há episódios caricatos que merecem ser relembrados, e nada melhor do que partilhar e registá-los no blog.

Aconteceu hoje com o meu mano... Pagou o café com o dinheiro que tinha na carteira e deixou a carteira na mochila e foi trabalhar.
Na hora de almoço reparou que não tinha a carteira, vasculhou a mochila e nada! "Roubaram-me a carteira", o amigo dele pagou-lhe o almoço, e ele  rogou pragas a quem lhe roubou a carteira.

Chegou a casa, contou-nos o sucedido, disse que era melhor cancelar o cartão MB, que tinha que voltar a tirar os documentos. Uma data de trabalhos...

Não sei qual foi o seu devaneio, que voltou a vasculhar a mochila e a dita carteira roubada estava lá, com tudo direitinho...

A justificação dele foi " a mochila tem três compartimentos e ele só procurou em dois, porque não se lembrou do terceiro".

Lol....

O que ando a ler...

Estou a meio deste magnífico livro "Quando as estrelas caem" das autoras Amie Kaufman & Megan Spooner, um romance intenso, uma história de amor o Titanic dispótico.

Resumindo este livro:
- As personagens são Lilac, filha do homem mais rico do universo e Tarver, um rapaz humilde e um jovem herói da guerra.
- Despenham-se num planeta e terão que confiar um no outro para sobreviver...

Ainda estou a meio do livro e ainda não cheguei à parte do amor... Mas estou a adorar lê-lo. É viciante!!

Boas leituras :)

Quarta feira!! Ja faltou mais para o fim de semana:)

Estamos a meio da semana e já não falta muito para o fim-de-semana... E estou mais ansiosa do que é costume, e tem várias razões.
A primeira é que vou iniciar um curso que nada tem a ver com a minha área e pode ser uma mais valia no futuro... Podem achar que não é nada de especial mas é algo que eu gosto e é a oportunidade para mudar de ares que bem preciso... Vou finalmente relevar o curso que vou iniciar:
(Ouço os tambores.....) curso de auxiliar de ação educativa. Como já referi podem achar que não é nada de especial, mas para mim vai ser. Gosto de crianças e nada melhor do que fazer o que se gosta. Mas ainda é cedo para grandes expectativas e grandes opiniões... (Daqui a um ano falamos, é quanto dura o curso).

Continuando, a segunda razão é que finalmente vou ter a casa mobilada!! O carpinteiro comprometeu-se a entregar quase tudo este fim-de-semana.
(Vamos ver....)

Claro que as minhas expectativas baseiam-se mais no curso...

Boa quarta-feira!!

terça-feira, 3 de maio de 2016

Bom dia alegria :)

Hoje está um bom dia! O sol brilha lá fora, o calor está para ficar (acho eu) a primavera finalmente chegou!!

Sabe tão bem acordar com este sol, de tomar o pequeno almoço com calma, ouvir os passarinhos e bem lá ao fundo uma ambulância (isto não é bom sinal)...

Desde que veio finalmente o calor, sabe-me tão bem sair da cama, fazer as coisas com calma, ainda tenho tempo de me atualizar em relação às notícias e as vezes ainda escrevo no blog :)

Faz-me bem fazer estas análises, por vezes não damos valor a estes pequenos momentos de sossego para reflectir, para pensar e para escutar.

Espero que estes dias assim não fujam...

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Perspectiva de maio

Estamos em Maio!! No quinto mês do ano... Acho que já posso fazer uma perspetiva de como estão a correr os meus objetivos para 2016!

Resumindo, não estão muito bem!
Primeiro o exercício físico não é comigo, sou uma preguiçosa!! A única coisa que me anima é mesmo a dança, Zumba para ser mais precisa... Mas a verdade é que ainda não arranjei uma hora que consiga ir e que seja perto... Se tudo correr bem vou fazer uma mega aula de Zumba a favor dos bombeiros cá da terra agora em maio (lá vou eu zumbar) e pode ser que arranje umas aulas!!
Em relação às minhas viagens e tentar sair da rotina... Acho que ainda não sai do sítio. (Tenho andado ocupada com a casa e esqueci-me completamente de marcar viagens e sair da rotina).

Mas em contrapartida consegui um objetivo que nem sequer estava na lista este ano: vou iniciar um curso para mudar de área, mudar de ar e tentar ganhar saúde... Acho que vai ser uma boa aposta.

Em termos pessoais estou a concretizar! Estou na recta final de colocar a casa em ordem, em termos de planear uma vida a dois, acho que estamos no bom caminho!!

Para além destes ainda tenho mais alguns que espero concretizar. Esses dependem da minha força de vontade, da minha vontade em agarrar a vida é vive-la...

Acho que estou no caminho certo... Ainda faltam sete meses para terminar o ano.
Acho que não estou muito mal!!

Mãe

Sei que foi ontem o dia da mãe, mas resolvi deixar para hoje para escrever tudo o que senti nesse dia.

Uma mãe completa-nos! Ajuda-nos em tudo o que pode! Sempre que preciso de um ombro amigo ela está lá e sabe ouvir e sabe dar conselhos. Para além de mãe, é amiga! Acho que até posso arriscar e dizer que ela é a minha melhor amiga!! É com ela que desabafo, é com ela que partilho todos os momentos da minha vida.

Ela é a pessoa que independente do teu estado ela tem sempre uma palavra para nos dizer... Nem sempre é aquela que queremos ouvir, mas ser mãe faz parte...

Ontem fizemos uma actividade na catequese e vi a cara de felicidade dos meninos das mães estarem presentes! Foi bonito, foi emotivo, foi simplesmente um gesto bonito para que não passasse em branco o dia da mãe.

Quis partilhar estas emoções, se calhar porque sou lamechas, (sim sou) mas sobretudo sei dar valor à mãe que tenho!
Foi graças a ela que sou o que sou hoje!! Que sempre me deu força para acreditar... E eu acredito!!

feliz dia da mãe!

Um grande beijinho a todas as mães!!

quinta-feira, 28 de abril de 2016

A vida dá tantas voltas!!

É verdade!! Ultimamente tenho encontrado por acaso pessoas que já passaram pela minha vida... A maior parte delas do trabalho e digo-vos que fiz amizades nessa altura (se calhar era mais social do que agora) não sei... Mas continuando encontrei uma colega que trabalhou no jornal no meu tempo de estagiária... Conversamos bastante e ficamos a par das novidades uma da outra. Ela é casada, tem uma menina linda e trabalha no hospital cá da zona... É tão bom e sabe tão bem reviver bons momentos.

Afinal o jornal não era mau de todo. Graças a ele fiz amigos pra vida. Que apesar da distância a amizade continua lá.

Gostava de puder dizer o mesmo do atual, não consigo (se calhar tornei-me mesmo anti social)... Nao sei...

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Ok! Vamos ja resolver esta questão!

Tenho andado a adiar este tema, mas a verdade é que tenho que desabafar com mais alguém...

Desde do início da decisão de juntarmo-nos que temos sido bombardeados com opiniões, opiniões e mais opiniões sobre este assunto.

Primeiro foi a mãe dele que lhe lixou a cabeça de não se casar... Com uma data de opiniões bem pensadas pôs esta questão de nos casarmo-nos.

Como não demos ouvidos e continuamos com a nossa opinião, surge a vez dos irmãos e cunhadas opinarem sobre este assunto  e dar uma série de sugestões para contornar o problema de não casar. A verdade é que desta vez pôs-me a pensar no assunto e a sonhar com um casamento de sonho... Mas depressa desci à terra e continuei com as minhas convicções de me juntar primeiro e depois vê-se.

Para terminar em beleza, este fim-de-semana pedi boleia ao meu cunhado mais velho para ir ver o meu namorado a competir e mal sento o traseiro no carro levo logo com uma história de casamento (será coincidência?! Hmm  não me parece) e ouço a dizer que casamento pode não haver mas festa lá terá que ser!!

Se é por causa da festa, não há problema... Sempre concordei em fazer uma festa de boas vindas a nós, de mostrar aos curiosos a casa...

Mas casar??? Para já,  digo e repito: não está nos meus planos!!

Deixem-me em paz com este assunto...

terça-feira, 19 de abril de 2016

Mais vale só do que mal acompanhado

Nunca me senti sozinha no trabalho... Sempre consegui ter conversas "normais" e fazer amizades. Algumas desapareceram com o tempo e outras ainda cá duram.

Mas agora, não posso dizer que tenha colegas, muitos menos amigos no trabalho... Porque como já referi eles são um círculo fechado... E nem toda a gente entra. Eu não consigo confiar neles, porque quando falam nas costas dos próprios amigos o que farão ao que são colegas de trabalho.

Por isso afastei-me, não dou conversa, não particípio nas conversas e ouço apenas.

É triste e frustrante!! Mas é uma salvaguarda para mim...
Não posso confiar neles. Nenhum mesmo. A única que começava a confiar foi-se embora por vontade própria.

Nem tudo é mau. Ouves muita coisa e tiras as tuas próprias conclusões...

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Bom dia! E ja agora uma ótima semana

Vamos ver como está semana corre... Não tem sido fácil... A outra semana foi para esquecer. Do início até ao fim (menos a segunda)... Isto porque não sei que mal eu fiz na outra vida para agora ter que levar com uma Gaja que pronto, como é que eu hei-de dizer isto... Ela já tem idade para ter juízo e deixar de chatear os mais novos com paneleirices.
Não sei o que se passa com ela... Será o inveja, mas não sei de quê... Pelo que vejo ela é melhor do que eu, em bastantes sentidos... Se não tem sorte no amor, a culpa não é minha... Para mim até era um alívio não saber a vida amorosa dela, mas ela faz questão de partilhar com o mundo... Depois parece que nunca está bem! E quando as pessoas dao-me conselhos para evoluir dentro da empresa só ouço bocas da parte dela... E não percebo!! Ainda mais engraçado é agora não tem haver com ela. Estiveram a ver o mapa de férias e houve um engracadinho que mandou a boca de ter 15 dias seguidos de férias. Segundo um email que circulou era obrigatório marcar 15 dias seguidos... Por isso também não estou a ver qual é o problema desta gente!!

Isto foi na semana passada. E hoje é uma nova semana. Um novo dia!

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Os provérbios tem sempre razão...

Não sou fã de provérbios, mas se eles existem por alguma razão é...
E hoje um provérbio esteve tão certo... A pressa é inimiga da perfeição.

Ora isto está correto. A pressa não leva a lado nenhum e faz com que muitas vezes nos precipitemos ou até nos enganemos.

Pois hoje aconteceu esta situação de manhã.

Ainda mal tinha aquecido a cadeira e já estava o meu boss com pressa por causa de uma entrada de stock, ter que ver os preços.

Disse-me duas vezes e eu disse que ainda não havia a entrada, mas ele cismava...

Passado um bocado a entrada lá apareceu no programa é tive a ver os preços para lhe mostrar. Ele viu, mandou alterar e lá fiz eu isso.

Após ter introduzido os preços achei estranho estar com algumas diferenças e ao voltar a tirar reparei que os preços de entrada estavam alterados...

Pois, o que aconteceu foi que a colega que dá as entradas ainda não tinha terminado e eu tirei a folha com os preços errados.

Falei com o boss e ele irónico, confuso e chateado começa a mandar vir... E tem razão, os preços não estavam bem... Mas a culpa também é dele porque não deixou as pessoas fazerem bem o seu trabalho. Estava com pressa para faturar e depois são estas situações que acontecem...

Onde estás tu primavera?!

Mais uma moedinha, mais um dia de chuva... Eu já deixei de dar para este peditório... Quero sol, quero calor, e o S. Pedro continua a ser teimoso ao chover constantemente... Dei fé do que choveu de noite!! E ainda não parou...

Bem não sei como está no resto do país, mas aqui no norte... Chove bastante. Digo mais, parece um dia de inverno...

Quando voltas primavera?!

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Bons momentos do blog

Uau estive agora a rever alguns textos que escrevi, tantos momentos, tantas aprendizagens, tantos momentos engraçados e tantas reflexões da minha vida...

Só nisso já vale a pena ter um blog!! Ter a oportunidade de partilhar os nossos momentos e sermos lidos, sermos comentados... Vale mesmo a pena...

Tantas gargalhadas que dei ao rever esses momentos.

Só queria partilhar com vocês este momento... : )

Quem gosta de aturar mau feitio coloque o dedo no ar!!

Não vi ninguém a levantar o dedo... (OK agora estou a ser irónica)
Mas porque será?
Porque já nos basta quando andamos com mau feitio, não precisamos de aturar o dos outros. Estou correta ou não!! Eu acho que sim.

Maldita semana que não termina e maldita a hora que eu tive a brilhante ideia de ir trabalhar para ajudar numa feira que estão a participar em vez de ter ficado de férias a descansar que bem preciso...

Hoje também foi um dia não, tive que aturar o mau feitio da minha colega do lado, que quando anda com mau feitio parece que toda a gente tem que aturar as birras que a menina faz... Só ela é que sabe, só ela é que faz...

Eu não sou perfeita... Melhor eu sou imperfeita... Mas não descarrego nos colegas, muito menos em quem mais precisa de apoio...

Eles muitas vezes nem desconfiam que acordei com os pés de fora e não estou para aturar ninguém... Mas não sabem, porque sei como portar-me no local de trabalho...

Enfim... O que me animava mesmo era ganhar o euromilhões!!

PS.: vou jogar na sexta, pode ser que sta semana não fique tão negra...

E a vossa semana? Espero que esteja a ser melhor do que a minha....

terça-feira, 12 de abril de 2016

Quero a segunda outra vez

Primeiro dia de trabalho da semana e já não aguento tanta farsa, tanta paneleirice e tanta falta de consideração.

Eu tenho andado a aguentar-me, tenho pensado que preciso de trabalho e que não me posso dar ao luxo de ficar em casa até encontrar o trabalho ideal.

Mas há coisas insuportáveis... E hoje é dia delas...

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Que todas as segundas fossem assim!!!

Hoje gostei da segunda-feira! Acordei à hora do despertador, fiquei na ronha mais um bocadinho, como é todos os dias. Levantei-me, arranjei-me nas calmas, tomei o pequeno almoço, fui levar a minha mana à escola e fui tratar de umas burocracias… Fui às compras, comprei uns botins meia estação lindos, em camel. Vim para casa, tratei de umas lides domésticas, fiz o almoço para mim.

A seguir ao almoço fui ter com a minha mãe, estive na conversa com a minha prima e voltei para casa, cheia de vontade de fazer um vídeo para o facebook do grupo do meu namorado, e no fim não havia vídeos para eu fazer… Lol, descontraidamente, estive a ver um filme, e agora estou a bloggar… Tudo isto a uma segunda-feira… Hmmm soube tão bem ter ficado em casa hoje, numa mini mas muito mini férias.

Amanhã já retorno à rotina habitual de trabalho.
Agora férias só em Junho, na segunda semana!!!!! E ai já será mais tempo. E esperemos que esteja bom tempo…
Sabe tão bem ter direito a férias, já não me lembrava de como era bom!!!

Vou ter que esperar mais algum tempo, para saborear essa maravilhosa sensação!


Um resto de bom dia e uma ótima semana!

Um desafio.... Ser catequista!

Este ano sou catequista do 4º ano... O que parecia ser uma tarefa fácil, uma vez que são crianças, está a tornar-se um desafio constante.
Porque em primeiro lugar são muitas crianças, o que por si já complica o trabalho; em segundo lugar, são muito barulhentos, a lógica de que só os meninos se portam mal, aqui nesta turma, essa lógica não se aplica. Tanto as meninas como os meninos são barulhentos e portam-se mal...
Em terceiro lugar, eles não estavam habituados a ter aulas de catequese, para eles, a catequese era rezar e brincar, e ambos sabemos que não é assim. Lembro-me de ter catequese nesta idade, e tínhamos aulas de catequese, brincávamos só em algumas ocasiões, quando estávamos à espera dos nossos pais.

Resumindo, tem sido uma tarefa árdua e um desafio constante, que já me fez pensar muitas vezes em desistir, em não aturar meninos e meninas mimados, onde se nota uma grande falta de disciplina.

Mas a verdade, é que todos os domingos levanto-me da cama, vou à missa e a seguir vou aturar aqueles "pestinhas". Porque a verdade é que gosto deles... São uma enorme dor de cabeça, é certo que sim, mas gosto deles, e gosto de desafios... E uma coisa é certa, se não conseguir que eles aprendam alguma coisa até ao final do ano, quer dizer que não estou a fazer um bom trabalho e neste caso, terei que repensar a minha decisão... Mas até lá, vou fazer o melhor que sei, mesmo que saía da sala com dores de cabeça e vontade de sei lá o quê...

Não vou desistir deles! São um desafio... E eu gosto de desafios!!