sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Cha... quê?!!!

Ainda não é assim... Mas vai lá chegar!

Esta semana a minha colega de trabalho descobriu que a minha última aquisição de quatro patas que ronrona, faz asneiras até dizer chega, mas que é um doce de gata, muito meiga e muito brincalhona é de facto uma chartreux, segundo o wikipédia o país de origem é a França e pela descrição que lá consta, a minha pequena comporta-se exatamente assim:

Descrição do wikipédia 

“O gato Chartreux, conhecido pelo seu sorriso enternecedor, é um gato silencioso e discreto, menos falador que a maioria dos felinos, mas muito ronronante, sendo que raras vezes se ouve miar. Aliás, quando o faz e se espera um miar forte, apenas se ouve um som minúsculo e delicado. Bastante calmo e extremamente tolerante é muitíssimo dedicado e apegado à sua família, demonstrando um enorme carinho e simpatia. É também sociável, simpático e adapta-se rapidamente às mudanças.
É um gato que necessita de muito espaço para se exercitar, pois adora correr pela casa sempre na brincadeira com o seu dono ou com um simples brinquedo. Para ele, um pouco de exercício frenético a um ritmo alucinante, pelo menos uma vez por dia é mais do que suficiente para se sentir o gato mais feliz e alegre do mundo. Adora naturalmente, chamar a atenção e ser acariciado mas não gosta de se sentir preso.
O seu pelo curto, fofo e lanudo é muito macio. A cor é cinza-azulada e pode variar entre cinzento mais claro ou mais escuro, sendo que deve ser uniforme desde a raiz. O brilho do pelo é percebido através das pontas prateadas.”

A verdade é que nunca pensei que fosse uma gata de raça, derivado às circunstâncias… Mas pronto é mais uma para juntar à família de siamesa, a snowshoe e agora a pequena chartreux…

Por estes lados vai uma salsada de gatices que nem é bom!

2 comentários:

Para mim todos os comentários são importantes! Se nao for mais para crescer e trocar pontos de vista!

Fico à espera dos vossos comentários :)